O Centro

Sede - Unidade Doutrinária de Santana, São Paulo-SP

O Centro Espírita Nosso Lar nasceu em 28 de janeiro de 1949, na rua Ezequiel Freire, 732, Santana. Casa onde morou o idealizador desta obra, João Castardelli que, aos 12 anos, já escrevia textos espiritualistas para o Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento.

Desencarnou jovem, vítima de séria doença que aos 18 anos não lhe permitia a saída de casa. Desta forma, a família intensificou os estudos da Doutrina Espírita, e João passou a dirigir os trabalhos e reuniões em seu lar.

Mesmo após o seu desencarne, as reuniões continuaram, e a cada encontro o número de freqüentadores crescia, o que levou Paulo Castaldelli a oficializar os encontros, fundando o Centro. O sonho de João estava se concretizando.

No dia da cerimônia de inauguração, foi criado o primeiro estatuto da Instituição, cuja finalidade é promover a caridade espiritual e material, sem qualquer distinção de crença religiosa, nacionalidade, cor, sexo ou faixa etária. Lembrando-se da orientação de João, o trabalho do Centro foi intensificado nos cuidados às crianças órfãs.

Uma mensagem espiritual muda o curso dos trabalhos, enfatizando que deveria cuidar de crianças portadoras de deficiência física e mental.

As diretrizes da Instituição são conseqüências do estudo e prática da Doutrina Espírita.

Resultado do trabalho assistencial do Centro é inaugurada em 26 de janeiro de 1958 a Casa da Criança André Luiz em Vila Galvão, para a assistência de crianças portadoras de deficiência mental, após quatro anos a personalidade jurídica da Entidade muda para Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz. Para atender a enorme demanda por vagas foi construída a Casa 2 (hoje classificada como Unidade de Longa Permanência), no bairro Picanço.

Foram adquiridas duas emissoras de rádio entre 1963 e 1964, que por volta de 1970 passaram a chamar-se Rádio Boa Nova, em Guarulhos e Rádio Clube, em Sorocaba – SP.

Em 4 de maio de 1985, foi inaugurada a Unidade Doutrinária de Santana. Em 11 de maio de 1989, foi a vez da Unidade Doutrinária de Vila Galvão, ocupando o antigo prédio onde funcionava a Casa da Criança.

Em dezembro de 1990, surge o Centro Espírita no bairro de Vila Gustavo. No mesmo ano foi criada a Fundação Espírita André Luiz para estimular a divulgação da Mensagem Espírita.

Em julho de 2003 foi inaugurada a Unidade Doutrinária de Santos. Quase um ano depois, em 14 de junho de 2004 era a vez de inaugurarmos a Unidade Doutrinária que funciona no Hospital João Evangelista. E em 2007 a Unidade de Longa Permanência ganhou espaço para as realizações de palestras, passe e atendimento fraterno aberto ao público em geral.

Hoje o que consideramos o Complexo André Luiz ainda conta com a a Editora Mundo Maior, a TV Mundo Maior, de 2006 e a Mundo Maior Filmes, de 2008 e auxiliando nas doações os Mercatudos.

Livro que conta um pouco da nossa história

Temos a satisfação de apresentar o livro Os Lírios que Perfumam a Nossa Vida que traz um pouco da história da nossa Instituição, sua idealização; inauguração, construção e organização.

Um pouco da história de voluntários que ajudaram na construção desta bonita história.

Você pode baixar o livro, imprimi-lo ou lê-lo digitalmente.

Uma boa leitura!

Conselho Doutrinário

Os Lírios que Perfumam a Nossa Vida. VERSÃO PDF

O Correio Fraterno na sessão Baú de Memórias traz reportagem que traz um pouco da história de uma de nossas fundadoras, Jadyra Delgado Tydon, contando sua trajetória na formação da história da nossa instituição. Vale a pena ler! Acesse a matéria aqui!